Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar
Out of stock!
Insira seu e-mail para ser informado quando este produto chegar:
Enviar Fechar

Home

OFERTAS DO NANDO

Até 25%

Revista Nabuco - Vol 4 - Duas experiências de Brasil

Revista Nabuco - Vol 4 - Duas experiências de Brasil

Edições Nabuco

Revista Nabuco - Vol 4 - Duas experiências de Brasil
Imagem do Livro

Edições Nabuco

Revista Nabuco - Vol 4 - Duas experiências de Brasil

Editora: Edições Nabuco

De R$ 38,00 por:
R$ 26,98
Quantidade
Disponibilidade: Em Estoque
Comprar
R$ 26,98 no cartão em até 6x de R$ 4,50 s/ juros

CARTÃO

Dividimos em até 6x

FRETE

Confira nossa política de frete

Produtos Relacionados

Sinopse

O quarto número da revista Nabuco põe em destaque duas longas entrevistas com dois intérpretes do Brasil: o antropólogo Antonio Risério e o sociólogo José Arthur Rios. Embora se situem, politicamente, em posições bastante desencontradas, convergem em sua insatisfação com os modismos das ciências humanas no Brasil e em sua preocupação com as realidades concretas do brasileiro.

Em entrevista, Risério trata de nossa história cultural do ponto de vista dos modelos urbanos que adotamos, discute o “barroquismo” do brasileiro e condena o que chama de a “nova história oficial do Brasil”; ao passo que Rios, um dos primeiros sociólogos profissionais em nosso meio (o primeiro a estudar sistematicamente as favelas), medita sobre uma curiosa ponte entre o realismo filosófico medieval e a sociologia moderna de campo, enquanto dá seu testemunho sobre a vida universitária brasileira e de certa parcela de uma outrora influente intelectualidade católica nacional, que conheceu de perto.

Os que se interessam pelo dia a dia da vida de filósofos, ainda mais dos que se veem em meios especialmente adversos, irão gostar dos textos que ora trazemos e que revelam o modo como se viraram três filósofos romenos para construir suas obras sob um regime de Estado policial: Alexandru Dragomir, Constantin Noica e Gabriel Liiceanu. No caso deste último, trata-se de texto autobiográfico, no qual se assiste a uma trama rocambolesca, em meio ao qual o autor se vê até acusado de um plágio literalmente bíblico...

O presente número de Nabuco traz ainda ensaio sobre a trajetória intelectual de José Guilherme Merquior, visto como crítico cultural, e sobre a insuspeita atualidade de um texto do historiador, orador e político romano Tácito.

Editorial
Um retrospecto, dois brasileiros e os romenos

Experiências de Brasil
Quando o realismo filosófico vai às favelas. Entrevista com José Arthur Rios - Flávio Lemos de Alencar
Quando a cidade é uma utopia. Entrevista com Antonio Risério - Ronald Robson

Romenos
Filosofia sem liberdade: Constantin Noica e Alexandru Dragomir - Cristian Ciocan [trad. William Campos da Cruz]
Meu querido delator - Gabriel Liiceanu [trad. Elpídio Mário Dantas Fonseca]

Brasiliana
José Guilherme Merquior: da nostalgia crítica à apologia do progresso - Kaio Felipe

Literatura
Arte e Moral no Diálogo dos Oradores de Tácito. Um modelo antigo para reflexões contemporâneas - Érico Nogueira