Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar
Out of stock!
Insira seu e-mail para ser informado quando este produto chegar:
Enviar Fechar

Home

OFERTAS DO NANDO

Até 25%

Pastoral Judiciária e nulidade matrimonial

Manuel Jesús Arroba Conde, Valdinei de Jesus Ribeiro

Pastoral Judiciária E Nulidade Matrimonial

Editora: Fons Sapientiae

De R$ 49,90 por:
R$ 46,91
Quantidade
Disponibilidade: Em Estoque
Comprar
R$ 46,91 no cartão em até 6x de R$ 7,82 s/ juros

CARTÃO

Dividimos em até 6x

FRETE

Confira nossa política de frete

Produtos Relacionados

Sinopse

O “desejo de família” é um conceito com o qual o Sínodo da Família e o Papa Francisco exprimem o objetivo evangelizador de tornar possível uma boa experiência de família. Tal objetivo evangelizador projeta uma luz sobre a reforma do processo de nulidade matrimonial. Com ela, se pretende que as estruturas judiciárias da Igreja sejam acessíveis aos fiéis e lhes seja garantida a devida celeridade processual. Para favorecer essa acessibilidade e celeridade urge que em cada diocese seja implantada a Pastoral Judiciária, tal como prevê a normativa. Mas o que seria a Pastoral Judiciária? Quem nela poderia atuar? Quais requisitos precisaria ter? O que torna um matrimônio nulo? Quais as informações mais importantes a respeito do processo de nulidade matrimonial que deveriam ser fornecidas aos fiéis? Nesta obra, os autores, de reconhecida dedicação ao Direito Canônico e longa experiência de magistério e prática forense, valendo-se de uma linguagem acessível, respondem a essas e outras questões, fazendo uma aproximação entre direito e pastoral que permita ao leitor compreender o objetivo evangelizador mais profundo que subjaz a uma reforma legislativa em benefício dos fiéis. Este livro é destinado a todos aqueles que se interessam pela Pastoral Judiciária e pela questão da nulidade do matrimônio e de como obtê-la: canonistas, estudantes de direito canônico e civil, agentes que atuam nos tribunais eclesiásticos, advogados, clérigos, consagrados(as) e leigos(as).