Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar
Out of stock!
Insira seu e-mail para ser informado quando este produto chegar:
Enviar Fechar

Home

Literatura Brasileira

Poesia

Estrela da Tarde

Manuel Bandeira

Estrela Da Tarde

Editora: Global Editora

 
R$ 45,00
Quantidade
Disponibilidade: Em Estoque
Comprar
R$ 45,00 no cartão em até 6x de R$ 7,50 s/ juros

CARTÃO

Dividimos em até 6x

FRETE

Confira nossa política de frete

Produtos Relacionados

Sinopse

Estrela da Tarde é livro da maturidade, obra crepuscular publicada em 1960, quando o poeta já superara a casa dos setenta anos, começava a meditar com mais profundidade na passagem desta vida para o outro lado do mistério e se mostrava convicto de ter cumprido bem a difícil missão de viver.

Mas, enquanto a “Indesejada das gentes” não vem, o poeta deixa-se absorver, ainda uma vez, por motivos permanentes de sua obra, a paixão pela música, compondo uma “Letra para Heitor dos Prazeres” musicar, o amor, a amizade fraternal que o leva a cantar amigos perdidos, Mário de Andrade e Jaime Ovalle.

O poeta também se arrisca em tentadoras experiências na mais radical corrente prática da época: o concretismo. Os poemas concretos do livro demonstram a lucidez e a curiosidade vivíssima do poeta.

Estrela da Tarde, com sua preocupação pela morte, simbolicamente se contrapõe à plenitude de vida de Estrela da Manhã, encerrando um ciclo de extraordinária força criadora, com o poeta purificado em espírito, esperançoso de uma vida mais alta: “Sou nada, e entanto agora/ Eis-me centro finito/Do círculo infinito/ De mar e céus afora./ – Estou onde está Deus”.