Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar
Out of stock!
Insira seu e-mail para ser informado quando este produto chegar:
Enviar Fechar

Home

OFERTAS DO NANDO

Até 25%

Ensaios sobre o Ensino em Geral e o de Matemática em Particular

Ensaios Sobre O Ensino Em Geral E O De Matemática Em Particular

S. F. Lacroix

Ensaios sobre o Ensino em Geral e o de Matemática em Particular
Imagem do Livro

S. F. Lacroix

Ensaios Sobre O Ensino Em Geral E O De Matemática Em Particular

Editora: Unesp

De R$ 58,00 por:
R$ 46,40
Quantidade
Disponibilidade: Indisponível
Me avise
R$ 46,40 no cartão em até 6x de R$ 7,73 s/ juros

CARTÃO

Dividimos em até 6x

FRETE

Confira nossa política de frete

Produtos Relacionados

Sinopse

Esta obra apresenta a concepção de ensino público de um dos pedagogos mais influentes da História, Syvestre-François Lacroix, a cujas ideias, em especial a respeito do ensino de Matemática, curvaram-se, no século 19, vários países da Europa e das Américas, inclusive o Brasil. No texto, aqui apresentado pioneiramente em português, Lacroix faz uma defesa apaixonada dos ideais iluministas e do modelo de instrução pública adotado durante a Revolução Francesa, o qual ajudou a construir. Editado quatro vezes na França entre 1805 e 1838, o livro atravessou os períodos revolucionário e napoleônico e alcançou a Restauração.

Lacroix informa, já na introdução, que escreve no momento em que “a instrução pública acaba de receber uma nova organização” e deixa claro que busca avaliar, na obra, o verdadeiro caráter do sistema emergente, enfatizando que está plenamente credenciado a promover a análise. Além de participante ativo das reformas do sistema de instrução pública, àquela altura o pedagogo já havia lecionado em escolas bastante diversificadas, tanto pelos métodos de ensino quanto pelos sistemas administrativos.

Em pleno Terror Jacobino (1793-17940), Lacroix foi examinador da Escola de Artilharia em Charlons-sur Marne. E, no período revolucionário, chefiou a Comissão de Instrução Pública. Não teria, porém, posições políticas radicais. Ao contrário, firmou-se como intelectual moderado, progressista.

O livro divide-se em três partes. A primeira, introdutória, denomina-se “Da cultura matemática durante o século XVIII e da sua influência sobre o desenvolvimento do espírito humano nesse período”.Segue-se primeira parte, intitulada “Do ensino, em geral, durante o século XVIII e segunda (“Do ensino da Matemática”). Esta última estrutura-se em três capítulos: “Sobre a maneira de ensinar Matemática e de avaliar, nas provas, o conhecimento dos alunos” “Do método em Matemática” e “Análise do Curso elementar de Matemática pura da Escola Central das Quatro Nações”.