Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar
Out of stock!
Insira seu e-mail para ser informado quando este produto chegar:
Enviar Fechar

Home

OFERTAS DO NANDO

Até 25%

Cangaceiros

José Lins do Rego

Cangaceiros

Editora: José Olympio Editora

De R$ 67,90 por:
R$ 54,32
Quantidade
Disponibilidade: Indisponível
Me avise
R$ 54,32 no cartão em até 6x de R$ 9,05 s/ juros

CARTÃO

Dividimos em até 6x

FRETE

Confira nossa política de frete

Produtos Relacionados

Sinopse

Cangaceiros é o último romance de José Lins do Rego. Nele, o autor remota a história iniciada em Pedra Bonita, de 1938, e volta ao sertão "dos santos e dos cangaceiros, dos que matam e rezam com a mesma crueza e a mesma humanidade", nas palavras do próprio autor. A história se desenrola em torno do amor proibido de Bentinho e Alice. Ele, irmão do mais cruel e temido cangaceiro da região, ela, filha de um homem que odeia o cangaço.

Nessa trama, o sertão é muito mais que cenário. A luta pela sobrevivência de homens e mulheres que ali vivem, a brutalidade do cangaço e os motivos que empurraram aqueles homens para esse caminho formam a essência desse romance, escrito por José Lins na maturidade de sua extraordinária capacidade de contar histórias.

Cangaceiros é um livro daqueles que prendem o leitor desde as primeiras linhas. Lançado em 1953, começou a ser publicado um ano antes, como folhetim, em capítulos editados semanalmente em O Cruzeiro, a maior e mais importante revista brasileira da época. Naquele início da década 1950, fez sucesso pelo toma, que estava em alta. A obra de José Lins chegou às livrarias no mesmo ano que estreou o filme Os cangaceiros, de Lima Barreto, que projetou internacionalmente Lampião e Maria Bonita, mortos no sertão de Sergipe em 1938, e arrebanhou o prêmio de Melhor Filme de Aventura no festival de Cannes.

Passadas quase seis décadas, permanece como uma grande obra. Apesar de fazer parte do grupo chamado de "romance do Nordeste" e, dentro dele, integrar o "ciclo do cangaço", não desperta interesse apenas pelo que tem de regional. Ao falar dos conflitos que se desenrolam no sertão, José Lins do rego faz o retrato de um Brasil em transformação sem fazer sociologia romanceada, algo que abominava. Ao contrário. O autor faz do Brasil um rico pano de fundo sobre o drama de seus personagens que seduzem pelo que têm  de universal. E confirma o que dizia Rachel de Queiroz sobre seu dileto amigo José Lins: é uma delícia ler seus romances. (Lucila Soares)

Ficha Técnica:
Número de Páginas: 414
Editora: José Olympio
Idioma: Português
ISBN: 978-85-03-01059-7Dimensões do Livro: 13,5 x 21 cm