Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar
Out of stock!
Insira seu e-mail para ser informado quando este produto chegar:
Enviar Fechar

Home

OFERTAS DO NANDO

Até 25%

A educação do caráter

Pe. M. S. Gillet

A Educação Do Caráter

Editora: Calvariae Editorial

De R$ 44,90 por:
R$ 37,72
Quantidade
Disponibilidade: Em Estoque
Comprar
R$ 37,72 no cartão em até 6x de R$ 6,29 s/ juros

CARTÃO

Dividimos em até 6x

FRETE

Confira nossa política de frete

Produtos Relacionados

Sinopse

Achei bom chamar especialmente a atenção dos rapazes. Vivendo em um meio social que não foi por eles criado, correrão o risco de ser absorvidos e levados pela corrente de vida fictícia se, de quando em quando, uma palavra amiga não os vier despertar do torpor. De todo o coração dirijo-lhes esta palavra. Queiram meditá-la bem; desejo que seja para eles uma fonte de luz e de energia e uma sugestão para mudar de vida.

Os rapazes que se divertem na grande maioria nunca refletiram sobre a direção da própria vida; são arrastados como em um turbilhão pelas circunstâncias exteriores à mercê de todos os ventos das paixões; e vítimas, às vezes, de uma educação malsã, ou pelo menos superficial. Quanto ao estudante “bem educado” que se perde entre eles, pode acontecer que no começo não compreenda o mal. Mas, se for inteligente, não tardará em compreender o engano; perceberá o vazio desses corações aos quais se deu imprudentemente, a ausência de valor dessas inteligências às voltas com preconceitos absurdos. E, se perceber, parece-me que noblesse oblige. O fato de haver rapazes com preconceitos absurdos, não é motivo para — se tenho consciência desse absurdo, —submeter-me à sua maneira de ver; sacrificar a liberdade, a saúde, as alegrias fecundas do trabalho e da virtude, para evitar sarcasmos ou merecer admiração!

Temos todos um temperamento, inclinações naturais, sentimentos, um modo especial de atividade, paixões, humor, um modo de imaginação, hábitos morais e intelectuais, um grau de energia, que mais enfim? E num mesmo indivíduo, esses elementos, deixados à revelia, entram em conflito, influenciados que são por leis opostas, e, portanto, se compreende que o trabalho de dominar tudo isso, de resolver todas essas divergências, essas oposições em uma harmonia superior, seja um trabalho gigantesco.

Tal é precisamente o trabalho da vontade na educação do caráter, que se pode chamar de harmonia da alma.